As vacinas contra a Covid-19 geram respostas de anticorpos e células T, mas isso é muito mais forte e mais consistente do que a imunidade de infecção natural. Um estudo descobriu que quatro meses depois de receber a primeira dose da vacina Moderna, 100% das pessoas testadas tinham anticorpos contra a Sars-CoV-2. Este é o período mais longo que foi estudado até agora. Em um estudo que examinou as vacinas Pfizer e Moderna, os níveis de anticorpos também foram muito mais elevados entre vacinados do que nos que se recuperaram da infecção.

Melhor ainda, um estudo em Israel mostrou que a vacina Pfizer bloqueou 90% das infecções após ambas as doses — mesmo com uma variante presente na população. E uma diminuição nas infecções significa que as pessoas têm menos probabilidade de transmitir o vírus àqueles ao seu redor.

#Vacinassalvamvidas.